Como fazer uma obra solidária e feliz

Quando se deseja fazer uma obra de reforma ou ampliação de algum cômodo existe o movimento natural de sair da zona de conforto para uma situação de mudança de mentalidade da pessoa em relação ao ambiente que se deseja mudar. Neste momento o sentimento é de criar algo novo, melhor e mais bonito para colocar no lugar da coisa velha, desgastada e que será eliminada.

Entretanto, é preciso alargar um pouco mais as possibilidades positivas que uma obra tem na realidade que a cerca. Quando olhamos além da relação de consumo e olhamos a sociedade ao redor, vemos que existem muitas pessoas pobres, passando necessidades e que estão convivendo indiretamente com a sua obra, os resíduos, entrada e saída de materiais, caçambas de entulho e lixo de coisas que não nos servem mais. Soma-se a isso ao impacto ambiental pelo aumento do consumo de recursos como água, energia e matérias-primas.

Será que nossa obra precisa ser assim tão egoísta e insensível ao seu redor?

Não! Não precisa! E um projeto de arquitetura bem resolvido precisa estar consciente para buscar soluções integrais e solidárias  que permitam melhorar a realidade local, tornando-a mais sustentável, mais solidária e mais feliz para todos

Continuar lendo Como fazer uma obra solidária e feliz

Prédio de Nouvel terá maior jardim vertical

Projetos contemporâneos sempre buscam soluções verdes e sustentáveis para arquiteturas urbanas. Conheça esse projeto para a Austrália assinado por Jean Nouvel.

Leia também:

COMPRE AGORA
Confira as ofertas de projeto de arquitetura a seu alcance

Marcelo Lara Negócios Imobiliários

Paisagismo de Patrick Blanc sobe a 166 metros

  (Foto: divulgação)

O condomínio residencial One Central Park, cuja construção acaba de entrar em fase final em Sydney, promete contar com o maior e mais alto jardim vertical do mundo. Ao todo, 166 metros de fachada de um edifício e 64,5 metros da fachada do outro serão cobertos por 190 tipos de plantas australianas e 160 espécies vegetais exóticas. A extravagância é fruto da mente do botânico francês Patrick Blanc, inventor do conceito de jardins verticais (e que há 30 anos trabalha com eles). Blanc foi chamado por seu conterrâneo Jean Nouvel, autor do projeto e um dos top arquitetos que o mundo possui hoje.

“O edifício, junto com o jardim vertical, parecerá flutuar no ar – o resultado do projeto será especial; novo para o cenário de Sidney”, diz Blanc. Fica fácil imaginar o impacto do paisagismo, se pensarmos em termos numéricos. Ao…

Ver o post original 133 mais palavras

Pavilhão sustentável de bambu, terra e pedra

Sustentabilidade e talento produzem arquiteturas belas e surpreendentes. Conheça este projeto de um centro cultural e de artes no Vietnã.

COMPRE AGORA
Clique aqui e adquira o seu Cupom do Arquiteto.
Projetos de arquitetura com desconto especial para leitores e novos clientes

Leia também

teturaarqui.wordpress.com

H & P arquitetos

A centro cultural e de arte construído de forma sustentável pelo estúdio vietnamita H & P arquitetos é direcionada para o envolvimento da comunidade e da educação. Localizado na cidade ha tinh, o pavilhão ‘foi construído com materiais de origem local e os métodos de construção tradicionais. O processo de construção centrada em torno de interação com o usuário e sua participação – com a esperança de ensinar as pessoas sobre os benefícios de um bom design com uma abordagem de “aprender fazendo”. O terreno apresenta um arranjo de cabanas separadas agrupadas em torno de um espaço do pátio centralizado, que molda a paisagem circundante do pavilhão. Na abordagem, a entrada nos leva por um caminho estreito entre duas estruturas, eventualmente abrindo para o pátio interior. As características orgânicas do projeto do pavilhão dá exemplos diretos e ensinamentos na aerodinâmica (ventilação), física (difusão da luz), biologia (fotossíntese, o plantio). Estas soluções tem…

Ver o post original 63 mais palavras

Escritório dinamarquês projeta o maior prédio de madeira do mundo

Já imaginou um prédio totalmente de madeira? Conheça este projeto.

Leia também:

Japão apresenta casas ecológicas e econômicas

#segundasustentável A Feira Smart House 2013 é um grande laboratório de invenções para casas futuristas, tecnológicas e sustentáveis. Leia esta artigo e imagine um futuro assim.

Leia também

OFERTA - Legalize sua obra e ganhe 10% de desconto. Confira a melhor oferta do Brasil
OFERTA – Legalize sua obra e ganhe 10% de desconto. Confira a melhor oferta do Brasil

Energia Inteligente

 Cápsulas de oxigênio, banheiras de microbolhas, geradores elétricos ecológicos e automação residencial serão as marcas das casas do futuro, segundo a feira “Smart House 2013” que começou nesta sexta-feira em Tóquio.

O evento, que durante três dias mostra propostas de cerca de 300 empresas relacionadas com o design, materiais e tecnologias para o lar, mostra além disso as últimas tendências em sistemas de gestão energética sustentáveis.

Ver o post original 520 mais palavras

Metrópole inteligente na Ásia custará menos que Copa do Mundo de 2014

Nesta seção, separei este exemplo de cidade sustentável que é mais viável que estes eventos que o Brasil está realizando por aí. Vale a leitura.

Leia também

Energia Inteligente

thCA8CT70VA primeira “metrópole inteligente” do sudeste asiático, Iskandar Malásia, está sendo construída com fundações firmes em princípios de integração social, baixas emissões de carbono, economia verde, tecnologias verdes, sustentabilidade e todos os demais conceitos relacionados com uma nova economia mundial. A ideia, assim, é que haja esse investimento em cidades que sejam concebidas em novos formatos.

Isso se dá a partir da estimativa das Nações Unidas de que a população humana passará dos atuais 7 bilhões para 9 bilhões até 2050  e mais de 6 bilhões vão viver em ambientes urbanos, um número que é quase o dobro de hoje. Segundo cálculos de especialistas, esse aumento exigirá a construção de uma cidade de 1 milhão de habitantes a cada semana até 2050.

Além disso, o intenso crescimento urbano causará um estresse ambiental imenso – mais de 70% das emissões de CO2 hoje se relacionam com as necessidades das cidades.

É por…

Ver o post original 120 mais palavras

Como está a mobilidade no Brasil?

Mobilidade Urbana é uma preocupação muito importante para os projetos de desenvolvimento urbano. Saiba como está a situação do Brasil.

Leia também

O mito do emprego verde

Tradução livre do quadrinho: “Eles tiveram que derrubar todas as árvores para imprimir todo o dinheiro de resgate, necessário para criar empregos verdes e salvar o meio ambiente”.

Este artigo coloca em xeque o desenvolvimento de uma economia verde de verdade. Vale a leitura!

FakeClimate

Por Tory Aardvarck

24 de agosto de 2012
(Tradução: Maurício Porto)

O mito de empregos verdes faz parte dos chavões aquecimentistas, a transição para um verde e admirável mundo novo orwelliano onde há eletricidade ilimitada livre de carbono gerada por energia eólica e solar, bem que seria o caso se não fosse por um problema embaraçoso conhecido como intermitência, mais adiante falarei sobre isso.

Um relatório de setembro de 2011 da Câmara dos Representantes dos EUA concluiu que a chamada revolução de empregos verdes falhou globalmente e não havia esta coisa de empregos verdes a longo prazo, então os aquecimentistas mudaram a definição de empregos verdes para praticamente qualquer trabalho existente. Por exemplo, se você trabalha numa loja de conserto de bicicletas é um trabalho Verde, ou se você trabalha como balconista na loja de reparação de bicicletas, isso também é um trabalho Verde.

Ver o post original 748 mais palavras

Um carnaval feliz e sustentável já é possível! Conheça o trio elétrico movido a xixi

Blog da Marilia.

O projeto “Xixi Elétrico” vai incentivar os foliões do carnaval carioca a usarem um mictório especial, que aproveita a urina para gerar energia. O mecanismo, inspirado nas usinas hidrelétricas, vai ajudar a abastecer o desfile do bloco AfroReggae.

Embora a notícia possa soar estranha para muitas pessoas, o projeto “Xixi Elétrico” é uma forma sustentável de convencer os foliões a urinarem nos locais adequados. A iniciativa também é um meio inovador de geração de energia limpa. “A eletricidade gerada pelo xixi pode ser aplicada para qualquer outro fim”, conta Lucas Tristão, um dos idealizadores do projeto.

05

O mictório será instalado no dia 9 de fevereiro, no posto 9 da orla da praia de Ipanema. Para gerar energia, o equipamento aproveitará o fluxo da urina dos foliões, que vai mover um dínamo instalado no mecanismo. Em seguida, a força será armazenada em uma bateria que abastecerá parcialmente o trio durante o…

Ver o post original 166 mais palavras

Arquitetura de contêineres. Artigo muito interessante

Sisleine Arquitetura

Em meados dos anos 50 Malcolm McLean, criou o 1º. Container e revolucionou a indústria dos transportes, desde então 90% das mercadorias transportadas pelo mundo são armazenadas em containers, sendo aproximadamente 5.000 navios que circulam a cada ano, abastecidos por esses containers, fora os caminhões espalhados pelas estradas do mundo inteiro.

Após alguns anos de uso eles acabam sendo inutilizados e começaram a gerar verdadeiros cemitérios de containers sem uso. O valor da peça varia entre U$ 1.200 e U$ 6.000, o que torna o produto mais barato do que muitas construções em alvenaria. Suas dimensões são exatas e podem ser empilhados em ate 12 peças, sua base rígida e reta garante estabilidade.

Como os contêineres são feito de aço conduzem muito calor, assim é necessário forrá-los com um isolante térmico, assim seguindo a linha sustentável alguns estão sendo recobertos com produtos que não agridem a natureza como o Isosoft…

Ver o post original 75 mais palavras