Como escolher o arquiteto para seu projeto?

Você está há muito tempo com a ideia em mente para construir uma casa do seu jeito, tudo bem planejado, com bom gosto, beleza, conforto, utilidade e tudo o que você merece para morar bem, seja sozinho, ou com sua família. E já deve ter lido muito artigo pela Internet afora com varias dicas, informações de gente que já se deu bem ou se deu mal fazendo sozinho e sem projeto, ou ainda com plantas prontas. Certo?

E aí, depois de muito ver, está pensando em buscar um arquiteto para fazer o projeto da sua casa e foi atrás de mais buscas por indicações na Internet, em grupos de proprietários, classificados, e viu um monte de gente com mais um caminhão de informações.

Pois bem, se você nos encontrou, quero que você não saia deste site sem uma luz para este questionamento. Separamos aqui 5 qualidades que você deve observar para escolher um arquiteto para o projeto dos seus sonhos.

Um arquiteto especialista no seu tipo de obra

16482928

A primeira dica que dou ao procurar o tipo de arquiteto para a sua obra é checar a adequação do profissional ao seu tipo de projeto e obra. Embora todos os profissionais sejam legalmente habilitados para projetar qualquer tipo de arquitetura, é importante verificar o conhecimento e a experiência que ele tem no seu tipo de projeto.

Existem escritórios que tem um publico alvo de grandes obras e construções de condomínios de casas, e outros que são voltados aos pequenos espaços e cômodos. Outros com experiência de obras urbanas, outros em casas de veraneio.

A busca de profissionais certamente irá mostrar muitos profissionais que dizem fazer qualquer tipo de projeto, mas o cliente é que tem o poder de discernir a melhor indicação, por conhecer o tamanho da obra.

Por isso, guarde um tempo para conhecer a si mesmo e a seu tipo de obra para não gastar tempo em chamar profissionais que não terão interesse no seu projeto.

Um arquiteto da sua realidade local

67b3feea9fdff1c0f3bed83369d9dd1e_big

Existe uma visão distorcida de que os escritório de arquitetura oferecem sempre serviços voltados às classes mais ricas da sociedade, nas regiões de casas mais luxuosas, ou em bairros de classe alta. Mas isso não é uma regra, em especial nos dias de hoje.

Em tempos difíceis como os que temos passado na nossa economia, existem arquitetos dispostos a oferecer serviços melhores e com custo mais acessível para áreas menos nobres da cidade. Para isso, é importante conhecer o profissional que você quer escolher para o seu projeto, se ele tem experiência em projetos na sua região da cidade e disponibilidade para atendimento local.

Isso vai ajudar a compreender as propostas de preços quando elas chegarem, pois os critérios serão mais uniformes para nivelar as propostas, podendo chegar a valores mais acessíveis no final da negociação.

Um arquiteto que facilite pagamentos

size_960_16_9_cartoes_de_credito16

Tão importante quanto escolher a proposta com o melhor preço é escolher a proposta que ofereça facilidades de parcelamento ao longo do contrato. Por menor que seja o contrato, um arquiteto que ofereça condições de parcelamento mais diluídas no prazo, seja por boleto bancário ou cartão de crédito, podem ser decisivos para a economia da sua obra.

Lembre-se que sua obra precisa de material, mão de obra e serviços especializados, cada um com necessidades de pagamento diferentes ao longo do seu planejamento. Por isso contrate um arquiteto que seja amigo do seu orçamento e que ofereça uma condição favorável ao seu bolso.

Um arquiteto que conheça a legislação

Centro_administrativo_sao_sebastiao_(1)

Infelizmente, existe no meio muitos arquitetos que focam apenas em atender a demanda sem se preocupar com os pormenores que, vez ou outra, podem trazer aborrecimentos para o proprietário.

É importante contratar um arquiteto que tenha conhecimento e experiência em questões de legislação urbana da Prefeitura, precauções quanto às normas de condomínio, de descarte de entulho de obra, taxas, registros de responsabilidade técnica de projeto e de execução, etc.

Evite profissionais que, ao serem abordados quanto a isso, apenas dizem que “não faz essa parte”. É uma temeridade contratar um arquiteto que trará um problema no futuro e fazendo que você tenha que contratar outro que entenda do assunto. Quando o assunto é tranquilidade, é melhor ter paciência e procurar um pouco mais, mesmo que saia um pouquinho mais caro que o primeiro.

Um arquiteto de comunicação acessível

403

Ao procurar escritórios na internet, muitos deles estão preocupados em mostrar seu portfólio de imagens de projetos e espera que, ao procurá-lo, você já tenha compreendido tudo o que precisa, e ele só te envia um orçamento por e-mail.

Para evitar a insegurança de receber muitas propostas sem saber exatamente qual é a mais adequada para a sua obra, é importante verificar o quanto é possível de obter esclarecimentos técnicos na etapa inicial

A qualidade mais importante em todo esse processo é buscar um arquiteto disposto a te ouvir e tem interesse em tirar suas dúvidas desde o início, com profissionalismo e atenção às necessidades do projeto da sua casa. Comunicação clara e objetiva, com linguagem de fácil entendimento são fundamentais para a escolha de projetos com preços mais justos e obras com início, meio e fim bem definidos.