Quero fazer faculdade de arquitetura: as matérias do vestibular

MP900439403

Passada a fase do Teste de Habilidade Específica, como já comentei anteriormente, é preciso concentrar os esforços no vestibular propriamente dito.

Eu fiz o vestibular em 2000 e naquela época os critérios eram diferentes. Não havia ENEM. Era um vestibular onde se estudava de acordo com o tipo de segmento da disciplina. Havia uma classificação de matérias específicas e não específicas de acordo com o tipo de carreira pretendida.

Naquela época, a redação era a primeira prova e tinha peso independente das demais matérias, tinha um dia só para as provas não específicas (eram Biologia, Química, Geografia, Língua Estrangeira e Literatura) e outro para as específicas (eram Matemática, Física, História e Língua Portuguesa).

A nota do vestibular era dada pela média do somatório das notas das matérias não específicas, somadas cada nota das específicas e redação, com peso individual, divido pelo número de pesos.

Desde que a minha faculdade passou a adotar o ENEM, pelo que pude apurar o critério de seleção é bem diferente, e eu não tenho como comentar esse novo processo.

Mas o que posso esclarecer para você, que é vestibulando, é que existe uma relação entre o que você vê na sua escola com o que virá no período da faculdade propriamente dito.

Matérias Afins e Correlacionadas

Primeiramente, se você quer fazer Arquitetura e Urbanismo, saiba que a faculdade é muito mais do que fazer “plantinha”, e te exigirá bem mais do que a habilidade em desenho.

De cara, você deve ter consciência que a Matemática e a Física serão seus carros-chefes que você precisará dominar. Tudo bem que lá na faculdade você não terá tanta exigência em cálculo como numa faculdade de Engenharia, mas não dá para ser totalmente cego em relação a isso.

Se você não sabia, arquiteto não só precisa saber fazer cálculos, como é um profissional habilitado tecnicamente a projetar estruturas de edificações, sem qualquer restrição. Já ouviram aquela historinha de que arquiteto só projeto estrutura “até 3 pavimentos”? Não existe isso!

LEIA TAMBÉM: O arquiteto pode fazer qualquer projeto?

Além disso, disciplinas como Conforto Ambiental e Instalações Prediais (Elétricas, Água e Esgoto) te exigirão mais desses conhecimentos.

Outra matéria que é importante será a História. Serão pelo menos 3 anos estudando a História das Artes, da Arquitetura, da Cidade e do Urbanismo, do mundo e do Brasil.

Por quê? A expressão arquitetônica sempre foi o reflexo da cultura e dos valores políticos e sócio-econômicos das civilizações, desde a Pré-História aos dias de hoje. Sendo assim, é uma relação indissociável e que ajuda a entender os modelos arquitetônicos e como eles vêm se repetindo ao longo do tempo. Então trate de se interessar pelos livros de História!

As demais matérias que na minha época eram classificadas como não específicas na verdade também aparecem com força ao longo da formação em Arquitetura e Urbanismo.

Quando falamos de cidade e Urbanismo, precisamos entender da Geografia urbana; quando falamos de Paisagismo, precisamos entender de Biologia e de espécies vegetais, quando falamos de construir uma cidade ideal para seus habitantes, falamos de Filosofia, Sociologia, Relações Humanas. E por aí vai.

Quadro resumo

Veja esse quadro resumo abaixo – que fiz por minha conta e risco, com a relação entre as matérias que são cobradas no vestibular com as matérias que serão vistas na faculdade.

Matérias do Ensino Médio 

Disciplinas da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Matemática Sistemas Estruturais, Isostática, Hiperestática, Resistência dos Materiais, Saneamento Predial, Instalações Elétricas, Estrutura de Concreto Armado, Processos Construtivos, Conforto Ambiental, As matérias de projeto exigem conhecimento de todas as áreas:Projeto de Arquitetura (residencial, comercial, equipamento públicos, complexos arquitetônicos)Projeto de Urbanismo(Planos de uso e ocupação do solo)Projeto de PaisagismoProjeto de Interiores
Física
História História da Arquitetura e das Artes, da Cidade e do Urbanismo, Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural
Biologia Urbanismo e Meio Ambiente, Paisagismo
Geografia Topografia, Planejamento Urbano e Regional
Química Saneamento e Processos Construtivos
Literatura Teoria da Arquitetura
Filosofia Concepção da Forma Arquitetônica, Teoria da Arquitetura, Ética Profissional
Sociologia Estudos Sociais
Relações Humanas
Desenho Artístico/Técnico

Geometria

Desenho de Observação, Geometria Descritiva, Perspectiva, Técnicas de Apresentação de Projeto, Gráfica Digital
Língua Estrangeira Muitos textos são em inglês ou espanhol
Língua Portuguesa É indispensável o domínio, sobretudo nas matérias teóricas.
Outras competências (não caem na faculdade, são adquiridas ao longo do tempo) Planejamento, Gestão, Gerenciamento de Projetos.

Agora, mãos à obra!

MP900439364

Quando assumi como princípio do Arquiteto da Felicidade ser “mais que um arquiteto”, não foi à toa. Ter conhecimento amplo sobre diversas áreas é uma necessidade da profissão. Como você pôde perceber, o curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo é uma faculdade de visão generalista (visão geral do todo) e não especialista (visão específica de uma parte).

Agora é com você, vestibulando. Estude bastante até o vestibular e não perca o ritmo, porque o ritmo dos estudos só tende a crescer na medida em que você assumir sua vaga na universidade.

Lá você vai perceber que mais difícil que entrar na faculdade é sair dela.

Boa sorte!

Leia também

kits novo2

Clique na imagem e conheça nosso cardápio de opções de projetos de arquitetura para sua obra

About these ads

11 comentários sobre “Quero fazer faculdade de arquitetura: as matérias do vestibular

    • Oi Luara,

      A escolha de uma faculdade não segue uma lógica tão simples assim como você está imaginando. O importante na sua escolha é saber se você GOSTA de desenhar. SABER desenhar é outro departamento!

      Gostar de desenhar é importante, pois o desenho é a principal ferramenta de expressão do profissional de arquitetura, mas não é a única.

      Existem arquitetos formados extremamente habilidosos com cálculos, tabelas, mapas, relatórios, de acordo com o ramo que desejar alcançar. Mas há um consenso que a habilidade com desenho é a principal.

      Então se você GOSTA, por que não tentar? Mas se for tentar, treine com o que puder.

      Seja feliz ;-)

  1. MUITO BOM, ME AJUDOU BASTANTE A ESTUDAR, MEU VESTIBULAR É AMANHÃ.
    SOU APAIXONADA POR ARQUITETURA, SOU BASTANTE CRIATIVA, ADORO ARTE, ENTENDER E DESENVOLVER MECANISMOS, APENAS NAS EXATAS SOU UM POUCO RUIM, MAS NADA QUE BOAS HORAS DE ESTUDO NÃO RESOLVA, PARABÉNS, ADOREI O CONTEÚDO DA SUA POSTAGEM!

  2. Olá Robert Jeferson!
    Eu adoro decoração, arrumar os ambientes, gosto até do barulho e cheiro de obra!
    Como o Sr mesmo disse, é preciso gostar de desenhar. Eu adoro, porém nunca desenhei um ambiente, ou fiquei desenhando diferentes formas. Prefiro “desenhar” na minha cabeça :)
    Bem, já pesquisei bastante, mas não cheguei a uma conclusão de que tipo de desenho praticar para realisar o THE. Uma vez tentei resolver uma prova antiga a onde pedia que se desenhasse pessoas, fiquei na dúvida de como elas seriam desenhadas: de forma “simbólica”, ou seja, uma silhueta, ou se é necessário desenhar algo mais realista. Me tira essa dúvida?
    Obrigada.
    Parabéns pelo site!

    • Olá, Thamires. Obrigado pelo elogio.

      Antes de mais nada, quero te esclarecer que só fiz uma vez o THE e foi no ano 2000. Faz um tempo…. Se você observar bem os critérios de avaliação presentes no edital, não há um critério mandatório e decisivo que imponha um estilo de desenho.

      A banca vai observar a sua capacidade de representação, proporção, visão espacial, dentre outros critérios. Todo desenho é uma representação da realidade, não é realístico.

      Deste modo tente se esforçar em cumprir na medida do possível o que é pedido. Tente buscar imagens da internet de croquis de arquitetura e aí vai entender o que eu quero dizer.

      Beijos!

  3. Olá, estava procurando mais a respeito do curso e achei seu site, adorei a matéria, estou cursando um ensino médio técnico em Automação Industrial no caso aprendo programação e essas coisas, aprendi a desenhar algumas peças tanto no papel como no inventor (autocad).. Mas devido a não ter o curso que queria e eu gostar de exatas escolhi automação. Porém estou pensando em cursar Arquitetura, tenho esse desejo desde pequena, adoro decorar e ficar observando as plantas, porém não sei desenhar muito bem me saía muito bem nas aulas de desenho no técnico (penso que isso vou aprender com o tempo). Gostaria de saber quais serão as matérias que tenho que ir melhor no vestibular para este curso? Tenho medo de escolher e não gostar, porém não consigo ver outra opção a não ser Arquitetura.

    Obrigada!

  4. oolá, estou terminando meu curso de mecânica industrial, pretendo fazer arquitetura, pois me indentifiquei com esse curso, ja tenho algumas noções das matérias.. se Deus quizer estarei começando ano que vem.. prentendo passar em uma faculdade pública!

  5. Oi! Adorei seu blog. Eu adoro arquitetura, e não consigo me imaginar ”feliz”, fazendo outro curso. Sou criativa, adoro ficar criando ”projetos”, mesmo que imaginários. Mas sou péssima em cálculos, até os mais simples. Chego a pensar em desistir do curso, por conta disso, tenho medo de não dar conta da faculdade, e minha frustração ser maior, por me sentir incapaz. Já fiz vários testes vocacionais, e sempre dão a mesma coisa. Arquitetura, decoração, publicidade e propaganda, artes cênicas, artes plásticas e jornalismo. Também tenho receio de não me dar tão bem profissionalmente em outra carreira, já que arquitetura, aparentemente, dá um bom retorno financeiro. O que eu poso fazer?

    Obrigada.

    • Olá, Luluzinha. Agradeço seu elogio.

      Compreendo sua insegurança. Todos nós passamos por isso e este é apenas um dos momentos na vida em que fazemos escolhas difíceis.

      Buscar a felicidade é também correr algum risco. Ainda que calculado ele sempre irá existir. Portanto, se o que você acredita que a arquitetura pode ser a sua escolha preferida, vá em frente.

      Sempre tenha em mente que escolhas profissionais não precisam ser definitivas. É o que eu digo: seja mais que um arquiteto! (arquiteto não precisa ser blogueiro, mas acabei me tornando um ;-) )

      Quanto a questão financeira, é bom que se tenha clareza de uma coisa: ganhar dinheiro é mais uma questão de ter boa oportunidade do que fazer uma boa faculdade. Que não seja o salário o seu principal motivo para fazer arquitetura – ou qualquer outra faculdade!

      Beijos e seja feliz!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s